registrado em:

Alunos do Ifal aprovados em medicina destacam o papel da instituição para conquista do resultado

última modificação 31/01/2014 10h13

Thâmara Gonzaga

Jailton Costa, Jonadab Silva e Rawanderson Santos são alunos formados pelo Instituto Federal de Alagoas que, este ano, foram aprovados no curso de medicina. Os dois primeiros fizeram o curso técnico integrado em Química no Ifal Maceió e o terceiro se formou técnico em Agropecuária no Câmpus Satuba.

O comum entre eles, além das histórias de superação, é que todos estudaram em escola pública e não fizeram curso preparatório para o vestibular nem para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cuja nota da prova é utilizada pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para preencher as vagas ofertadas pela rede pública de ensino superior.

Para a conquista do resultado, os três são enfáticos ao responder que o apoio da família e dos professores do instituto alagoano foram fundamentais. “Nossos pais e o Ifal são a base da nossa conquista”, dizem eles.

“Tive um ensino extraordinário que me preparou para a vida.” Rawanderson Santos


Rawanderson Santos, 18 anos, é o filho mais novo entre quatro irmãos. Natural de Santana do Ipanema, em 2011, saiu da cidade para estudar e morar no Ifal Satuba. Foi quando a história dele começou a mudar.

Ele conta que desde cedo tinha o desejo de deixar a cidade de origem para realizar seus sonhos. “Queria sair, estudar, conhecer outro lugar, outras pessoas, e o Ifal me deu toda essa condição”, diz. Os pais dele, agricultores aposentados e donos de um pequeno comércio, não teriam como mantê-lo em outro local. Eles não tiveram a oportunidade de frequentar a escola, não chegaram a concluir nem o ensino fundamental, mas sempre apoiaram as decisões do filho quando se tratava de continuar os estudos.

Do tempo de criança na escola, Rawanderson lembra das dificuldades, porém afirma que em nenhum momento pensou em desistir. “Sou muito sonhador e acredito que eu posso ser o que eu quiser”, enfatiza. Tinha dúvida se seria médico ou arquiteto, mas a dedicação aos estudos permitiu que ele pudesse decidir entre qual carreira seguir, pois foi aprovado para os dois cursos de uma só vez: arquitetura na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e medicina na Universidade Estadual de Ciências da Saúde (Uncisal).  Ele já optou pela carreira de médico. “Estou feliz demais, chorei muito de alegria. Cheguei a ficar meses sem visitar meus pais, meus irmãos, mas tudo valeu a pena. Ainda nem tive tempo de falar pessoalmente com eles, só dei a notícia por telefone. É uma felicidade sem tamanho”, conta entusiasmado.

No Ifal, a trajetória de Raw, como é chamado pelos amigos, é marcada pela dedicação aos estudos e por aproveitar as oportunidades. Ele foi bolsista de pesquisa e extensão, participou de vários eventos e apresentou trabalhos em diversos congressos.  Em 2013, foi escolhido pela Embaixada dos Estados Unidos para fazer um intercâmbio cultural no país norte-americano,  através do programa Jovem Embaixador.

“Tive um ensino extraordinário que me preparou para o mercado de trabalho e para a vida. Professores comprometidos com minha formação e que me auxiliaram a chegar onde estou. O Ifal me deu uma nova perspectiva, amadureci. Sou muito grato”, destaca.

 

Jonadab Silva e Rawanderson Santos, alunos do Ifal aprovados em medicina.

“Tive ótimos professores. Eles são referências para mim”. Jonadab Silva


A vida de Jonadab Santos também é marcada pela superação. Residente no bairro do Jacintinho, mais novo entre cinco irmãos, com apenas 17 anos, conseguiu aprovação no curso de medicina da Ufal.

Na história dele, os pais também são fundamentais. O pai, vendedor, só estudou até a quarta série do ensino fundamental e a mãe, atualmente, ingressou no ensino superior. Jonadab afirma que eles, mesmo com toda dificuldade, sempre o estimularam a estudar. “Eles se esforçaram muito para proporcionar o que tenho hoje”, reconhece.

Ele conta que desde pequeno gosta muito de ler e que esse hábito o auxiliou a buscar melhorias. “Ao ler, vislumbrava mais longe, enxergava que podia vencer as dificuldades”, diz. Os livros que mais despertavam a atenção dele eram os que abordavam assuntos sobre a mente, por isso até pensou em fazer psicologia, mas, ao conhecer a neurologia, optou pela área médica.

Assim como a maioria dos alunos da escola pública, Jonadab também se deparou com as dificuldades. “A escola que eu frequentava era horrível, sentia-me insatisfeito e, ao mesmo tempo, motivado a batalhar por mudanças”. Foi quando resolveu prestar a prova para o Ifal Maceió.

Ele entrou na instituição em 2010 e logo se deparou com a diferença do ensino. No início, conta que teve muita dificuldade com a disciplina de química, pensou até mesmo em desistir do curso. Mas o obstáculo foi transformado em motivação. “Estudei muito e agora sou apaixonado pela área”, diz ele. Tanto que, em 2012, iniciou o curso de química na Ufal que agora dará lugar ao de medicina. “São áreas que podem perfeitamente ser conciliadas”, argumenta.

Bolsista de pesquisa, Jonadab teve contato com experimentos ao longo de todo o curso. “O professor Argolo me apresentou o método científico e logo me entusiasmei com a atividade”, recorda. O auxílio financeiro que recebia era todo utilizado para compra de livros.

Ao falar sobre os docentes, ele deixa transparecer a admiração que sente pelos mestres. “Tive ótimos professores, como o Argolo, o Phabyanno Lima, que me orientou durante o estágio no Laboratório de Eletroquímica, e tantos outros. Eles são referências para mim”.

Do Câmpus Maceió do instituto, Jonadab irá levar boas recordações e um sentimento de gratidão. “O Ifal foi ponto crucial no alcance de uma melhor qualidade para a minha vida. Lá obtive contato com professores qualificados que me apresentaram uma gama de oportunidades”.

“Estudar no Ifal faz a gente amadurecer, é uma experiência de vida que possibilita uma nova visão de mundo”. Jailton Costa


Jailton Costa, 22 anos,  concluiu o curso técnico em Química no Ifal Maceió em 2011. No ano seguinte, começou o curso de Engenharia Química na Ufal, mas decidiu trancar a matrícula para batalhar pelo sonho de se formar médico. E ele conseguiu. Em 2014, irá estudar medicina na Universidade Federal de Alagoas.

Natural de Boca da Mata, Jailton passou um ano estudando em casa com o material didático que utilizava no Ifal. Os pais dele, que são comerciantes e contam com o auxílio dos filhos (Jailton tem um irmão mais velho), acertaram que ele iria deixar de ajudar no negócio da família e se dedicar apenas aos estudos. “Quando decidi trancar o curso que estava fazendo, meu pai concordou e minha mãe ficou um pouco preocupada, mas logo ela me apoiou”, recorda. O esforço foi recompensado. Hoje eles estão orgulhosos e felizes vendo o filho realizar o sonho.

Mesmo tendo concluído o curso no Ifal há cerca de dois anos, Jailton destaca a importância do instituto para a conquista do seu objetivo. “Carrego comigo a frase do professor Argolo que sempre nos dizia que devemos estudar todo dia um pouquinho para não acumular assunto e assimilar melhor o conteúdo. E é assim que faço até hoje”, diz. Do professor Carlos Argolo, ele ainda guarda outras boas lembranças, “ele nos incentiva a nunca desistir dos nossos sonhos, nos mostrando a importância do esforço, da dedicação diária aos estudos”.

Sobre o que marcou durante o período de estudo no Ifal, ele também destaca a aprendizado diferenciado. “Estudar no Ifal faz a gente amadurecer, é uma experiência de vida que possibilita uma nova visão de mundo”.

Além dos três entrevistados para esta reportagem, outros quatro ex-alunos do Ifal conseguiram a aprovação no curso de medicina por meio do Sisu 2014. Foram eles: Arthur Sampaio, Laylson Costa, Thamyres Almeida e Dayane Vasconcelos.

registrado em:
Notícias
Ifal Maceió: abertas inscrições para projeto de capacitação profissional de jovens e adultos 07/05/2015
Projeto de extensão de Etnoimagens do câmpus Maceió aceita inscrições até 15 de maio 06/05/2015
Site institucional ficará indisponível nesta quinta-feira (07) 06/05/2015
Coretfal: cantando por todos os cantos 06/05/2015
Confira o resultado final da seleção para supervisor, orientador e apoio do programa Mulheres Mil 06/05/2015
Alunos do curso de Agropecuária são recepcionados por equipe gestora do Ifal 05/05/2015
Câmpus Maceió e Penedo são campeões da OAFOG nas categorias Equipe e Colégio 05/05/2015
Representantes de empresa da Bélgica conhecem pesquisas do Ifal na área de fibra óptica 05/05/2015
Pronatec seleciona professores para curso de Mecânica de motos 04/05/2015
Confira o resultado da seleção Pibid 2015 04/05/2015
Ifal e Estado planejam parcerias na área de ciência e tecnologia 30/04/2015
Acesse o resultado preliminar da 3ª fase do concurso para professor efetivo do Ifal 30/04/2015
Sérgio Teixeira é empossado reitor do Ifal pelo ministro da Educação 29/04/2015
Câmpus Viçosa dá boas-vindas a alunos do ensino técnico 28/04/2015
Edição 2015 da Olimpíada Alagoana de Foguetes começa nesta sexta-feira (1º) 28/04/2015
Curso de licenciatura em Ciências Biológicas do Ifal Maceió recebe nota 4 do MEC 27/04/2015
Câmpus Maragogi desenvolve projeto de extensão para assentamento de Nova Jerusalém 27/04/2015
Divulgado o resultado preliminar do edital Mulheres Mil 27/04/2015
Pesquisa de docente do Ifal Marechal sobre reaproveitamento da manipueira é exibida em programa de TV 27/04/2015
Pró-reitor do Ifal é nomeado para o Conselho Superior da Fapeal 24/04/2015
Com novas parcerias, Mulheres Mil facilitará inserção de alunas no mercado de trabalho 23/04/2015
Clube Passarinhar do Ifal Palmeira envolve estudantes e professores em ações que estimulam a leitura 23/04/2015
Presidenta Dilma Rousseff e ministro da Educação nomeiam professor Sérgio Teixeira, reitor do Ifal 23/04/2015
Divulgado o resultado da segunda fase do concurso para docente efetivo do Ifal 22/04/2015
Dirigentes e alunos discutem soluções para problemas estruturais do Câmpus Maceió 20/04/2015
Ifal pode integrar a cadeia produtiva do cultivo e beneficiamento do eucalipto em Alagoas 20/04/2015
Parlamento Jovem Brasileiro 2015 recebe inscrição até 12 de junho 20/04/2015
Pesquisas desenvolvidas por meio do convênio Ifal - Petrobras são apresentadas em evento nacional 17/04/2015
Pronatec seleciona professores para o Sistema Prisional de Maceió 17/04/2015
Caiite 2015 comemora mais de 1500 submissões de trabalhos 17/04/2015