registrado em:

Alunos do Ifal relatam a experiência de estudar fora do país

última modificação 10/04/2014 15h51
Alunos do Ifal relatam a experiência de estudar fora do país

(Crédito: 3d brained / Shutterstock.com)

Selecionados pelo programa Ciência sem Fronteiras, alunos do Instituto Federal de Alagoas – Ifal estão em terras estrangeiras com a missão de cursar disciplinas relacionadas às suas áreas de atuação e se aperfeiçoar no idioma local. Eles frequentam as aulas em renomadas universidades e instituições de pesquisa espalhadas pelos Estados Unidos, Irlanda e Inglaterra. Por e-mail, seis deles relataram ao Departamento de Comunicação e Eventos do Ifal as principais vantagens e dificuldades de estudar no exterior.

Há sete meses na Inglaterra, Jéssica Medeiros divide um apartamento na Montfort University com outros quatro brasileiros. Para ela, tem sido um desafio se adaptar aos costumes e singularidades do país. No entanto, a jovem considera boa a acolhida oferecida pela instituição, professores e colegas de curso. “São muito atenciosos”, complementa.

Sobre a rotina de estudos, Jéssica diz que a metodologia de ensino utilizada no Reino Unido estimula a pesquisa por conta própria. “Passei a ser mais independente. Aumentaram minhas perspectivas de mundo e carreira. Toda essa experiência vai me ajudar a melhorar meu desempenho acadêmico e me tornar mais competitiva profissionalmente. Estudar fora é um aprendizado constante que envolve aprender sobre você mesmo. Tanta diversidade cultural te faz repensar seus próprios valores”, avaliou a estudante.

Desde julho de 2013 nos Estados Unidos, Walker Cordeiro e Rosana Loiola também expuseram suas impressões sobre a vivência fora do país. Walker está em Phoenix, no Arizona e estuda no Gateway Community College. Rosana está na cidade de Manassas Park, em Virgínia, e estuda no Northern Virginia Community College. Ambos confirmam que conhecer outras culturas expande a visão de mundo e viver em um ambiente fora da zona de conforto pessoal, ensina a superar limitações. “É uma lição de vida. Aprendi a respeitar pensamentos bem diferentes dos meus. E percebi que posso ir muito além. Quando se tem determinação, a recompensa vem”, definiu Walker.

O rapaz associa a conquista dessa oportunidade ao incentivo dado pelo Ifal. “Não foi só mérito pessoal, a instituição me deu total apoio, pagou meu teste de inglês, me levou a Recife para fazê-lo. Sem contar a ajuda dos professores. Eles me ensinaram muito mais que química, matemática, física. Assim se tornou bem mais fácil vir parar nos EUA', afirmou. Ele revelou a pretensão de repassar os aprendizados adquiridos com o intercâmbio internacional para outros alunos do instituto e falou das perspectivas após o fim do curso. “Serei professor do Ifal, acreditem. Meu nome provavelmente será publicado em alguma reportagem intitulada 'Aluno do Ifal que fez mestrado nos EUA se torna professor da instituição'”, previu.

Também nos EUA, a aluna do câmpus Maceió, Stephanie Weigel, vem se destacando pelos resultados obtidos nas disciplinas cursadas. “A universidade me convidou para elaborar um projeto na área que eu escolher e desenvolver com o orientador. Se meu desempenho for bom, receberei um certificado concedido a alunos de excelência”, explicou. E, motivada, expôs o desejo de “trabalhar muito este semestre para colocar meu nome e o do Ifal no topo”.

Com outras histórias para contar, Rosana Loiola mencionou a qualidade do ensino e as boas instalações do centro de estudos que frequenta em solo norte-americano como diferenciais na vida acadêmica. Como ela, Kleyfton Soares, aluno do Institute of Technology Sligo, na Irlanda, é só elogios aos recursos didáticos, à equipe de profissionais e à infraestrutura da unidade escolar onde estuda há 7 meses.

Kleyfton Soares em visita ao castelo de Dublin, na Irlanda.

De acordo com ele, a adequação à língua estrangeira é mais uma grande empreitada de quem resolve morar no exterior. “Dependemos do novo idioma para expressarmos nossas ideias, conhecer pessoas, envolver-nos com a nova cultura”, acrescenta. Nesse quesito, o jovem tem observado avanços rápidos e significativos, graças à imersão no país. Além do inglês, Kleyton constata também a evolução de habilidades pessoais. “Como parte das atividades, estamos sempre realizando entrevistas, apresentando trabalhos, participando de sociedades acadêmicas e avaliações. São inúmeras as situações em que devemos tomar decisões inteligentes. Tudo isso se direciona não só para fins acadêmicos, mas tem nos preparado para a vida”, conclui.

A menos dois meses do fim de seu intercâmbio na Waterford Institute of Technology, na Irlanda, o aluno Wesley Pimentel citou o aumento da autoestima como um importante benefício advindo dessa experiência. "A faculdade é muito bem conceituada, mas posso dizer que temos professores no Ifal tão bons quanto os daqui. Sou muito grato por essa oportunidade de ver o mundo, conhecer gente de outras nacionalidades e perceber que somos todos iguais, nem melhor nem pior", disse o estudante.

registrado em:
Notícias
Ifal Maceió: abertas inscrições para projeto de capacitação profissional de jovens e adultos 07/05/2015
Projeto de extensão de Etnoimagens do câmpus Maceió aceita inscrições até 15 de maio 06/05/2015
Site institucional ficará indisponível nesta quinta-feira (07) 06/05/2015
Coretfal: cantando por todos os cantos 06/05/2015
Confira o resultado final da seleção para supervisor, orientador e apoio do programa Mulheres Mil 06/05/2015
Alunos do curso de Agropecuária são recepcionados por equipe gestora do Ifal 05/05/2015
Câmpus Maceió e Penedo são campeões da OAFOG nas categorias Equipe e Colégio 05/05/2015
Representantes de empresa da Bélgica conhecem pesquisas do Ifal na área de fibra óptica 05/05/2015
Pronatec seleciona professores para curso de Mecânica de motos 04/05/2015
Confira o resultado da seleção Pibid 2015 04/05/2015
Ifal e Estado planejam parcerias na área de ciência e tecnologia 30/04/2015
Acesse o resultado preliminar da 3ª fase do concurso para professor efetivo do Ifal 30/04/2015
Sérgio Teixeira é empossado reitor do Ifal pelo ministro da Educação 29/04/2015
Câmpus Viçosa dá boas-vindas a alunos do ensino técnico 28/04/2015
Edição 2015 da Olimpíada Alagoana de Foguetes começa nesta sexta-feira (1º) 28/04/2015
Curso de licenciatura em Ciências Biológicas do Ifal Maceió recebe nota 4 do MEC 27/04/2015
Câmpus Maragogi desenvolve projeto de extensão para assentamento de Nova Jerusalém 27/04/2015
Divulgado o resultado preliminar do edital Mulheres Mil 27/04/2015
Pesquisa de docente do Ifal Marechal sobre reaproveitamento da manipueira é exibida em programa de TV 27/04/2015
Pró-reitor do Ifal é nomeado para o Conselho Superior da Fapeal 24/04/2015
Com novas parcerias, Mulheres Mil facilitará inserção de alunas no mercado de trabalho 23/04/2015
Clube Passarinhar do Ifal Palmeira envolve estudantes e professores em ações que estimulam a leitura 23/04/2015
Presidenta Dilma Rousseff e ministro da Educação nomeiam professor Sérgio Teixeira, reitor do Ifal 23/04/2015
Divulgado o resultado da segunda fase do concurso para docente efetivo do Ifal 22/04/2015
Dirigentes e alunos discutem soluções para problemas estruturais do Câmpus Maceió 20/04/2015
Ifal pode integrar a cadeia produtiva do cultivo e beneficiamento do eucalipto em Alagoas 20/04/2015
Parlamento Jovem Brasileiro 2015 recebe inscrição até 12 de junho 20/04/2015
Pesquisas desenvolvidas por meio do convênio Ifal - Petrobras são apresentadas em evento nacional 17/04/2015
Pronatec seleciona professores para o Sistema Prisional de Maceió 17/04/2015
Caiite 2015 comemora mais de 1500 submissões de trabalhos 17/04/2015